Migração dos Dispositivos Médicos de Classe II do regime de Cadastro para o regime de Notificação

Por:
Vera Rosas
| EM:
September 21, 2020
| Categoria:
Anvisa

No dia 18/09/2020, foram publicadas no Diário Oficial da União, a RDC Nº 423/2020 e a Instrução Normativa - IN Nº 74/2020.

Essas novas legislações determinam a migração dos dispositivos médicos de classe de risco II do regime de cadastro para o regime de notificação, assim como já existe para os dispositivos médicos de classe de risco I.

Ou seja, a partir de agora os processos de produtos para saúde e produtos para diagnóstico de uso in vitro (IVD) passam a ser enquadrados em dois grupos conforme o risco sanitário, sendo:

Essa mudança não traz nenhum impacto para os processos já aprovados no passado como cadastro e não haverá modificação na forma de encaminhamento das petições, tampouco na documentação necessária para essas petições.

A ANVISA esclareceu que essa mudança permitirá maior equilíbrio e agilidade na análise de produtos de maior risco, bem como menor tempo para que produtos de menor risco atinjam o mercado brasileiro.

Fonte: portal.anvisa.gov.br
Receba apenas o que deseja

newsletter customizada

Enviamos em seu e-mail nossas notícias, eventos, comunicados filtrando apenas os assuntos e categorias que você escolhe receber.

Obrigado! Sua inscrição foi efetuada.
Ops! Algo deu errado com sua inscrição.

Empresa de consultoria especializada em assuntos regulatórios

Contatos:

+55 11 3889 0875

comercial@verarosas.com.br

Endereço:

Rua Batataes, 376
Jardim Paulista - São Paulo/SP

Grupo:

A Vera Rosas Regulatory Affairs é uma empresa do Grupo Vera Rosas

Redes Sociais:

Voltar ao topo